[fusion_builder_container hundred_percent=”no” hundred_percent_height=”no” hundred_percent_height_scroll=”no” hundred_percent_height_center_content=”yes” equal_height_columns=”no” menu_anchor=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” status=”published” publish_date=”” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_position=”center center” background_repeat=”no-repeat” fade=”no” background_parallax=”none” enable_mobile=”no” parallax_speed=”0.3″ video_mp4=”” video_webm=”” video_ogv=”” video_url=”” video_aspect_ratio=”16:9″ video_loop=”yes” video_mute=”yes” video_preview_image=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” margin_top=”” margin_bottom=”” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=””][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_1″ layout=”1_1″ spacing=”” center_content=”no” link=”” target=”_self” min_height=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” background_color=”” background_image=”” background_image_id=”” background_position=”left top” background_repeat=”no-repeat” hover_type=”none” border_size=”0″ border_color=”” border_style=”solid” border_position=”all” padding_top=”” padding_right=”” padding_bottom=”” padding_left=”” margin_top=”” margin_bottom=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=”” last=”no”][fusion_title hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” content_align=”left” size=”1″ font_size=”” line_height=”” letter_spacing=”” margin_top=”” margin_bottom=”” text_color=”” style_type=”default” sep_color=””]

Como fixar o que aprende?

[/fusion_title][fusion_separator style_type=”default” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” sep_color=”” top_margin=”” bottom_margin=”” border_size=”” icon=”” icon_circle=”” icon_circle_color=”” width=”” alignment=”center” /][fusion_imageframe image_id=”18891|full” max_width=”” style_type=”” blur=”” stylecolor=”” hover_type=”none” bordersize=”” bordercolor=”” borderradius=”” align=”none” lightbox=”no” gallery_id=”” lightbox_image=”” lightbox_image_id=”” alt=”” link=”” linktarget=”_self” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” animation_type=”” animation_direction=”left” animation_speed=”0.3″ animation_offset=””]https://inglespdesesperados.com/wp-content/uploads/2019/02/5fcn5cwv00tnaotl6traheg02.jpg[/fusion_imageframe][fusion_separator style_type=”default” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=”” sep_color=”” top_margin=”” bottom_margin=”” border_size=”” icon=”” icon_circle=”” icon_circle_color=”” width=”” alignment=”center” /][fusion_text columns=”” column_min_width=”” column_spacing=”” rule_style=”default” rule_size=”” rule_color=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=”” id=””]

Hello there, você já teve a sensação de esquecer palavras e regras do inglês que vê  por aí ou até mesmo estuda? Provavelmente você já passou por isso: aprende uma palavra nova e no dia seguinte nem se quer se lembra mais. O que pode muitas vezes te deixar chateado, se sentindo ineficiente, que não está aprendendo inglês, e isso acaba gerando uma reação em cadeia que você começa a achar inglês difícil, complicado, não é mesmo?! Por isso, vou te explicar porque isso acontece e te dar uma super #DicaDesesperada para não passar por isso mais.

O primeiro ponto que você precisa entender, é que, em geral, todo mundo considera que tem uma boa memória (você é desses?). Ou seja, a gente acredita que se vemos alguém falando sobre algum assunto ou alguma coisa conseguiríamos lembrar de tudo. Entretanto, precisamos saber que a nossa memória é falha e seletiva. Ela seleciona o que é mais importante para ficar gravado na memória de longo prazo. Quando você tem contato com algo novo, essa informação vai apenas para a memória de curto prazo. Funciona assim, você aprende uma coisa nova e no fim do dia a sua memória seleciona o que ela considera “importante” para guardar. E não adianta você simplesmente querer mandar na sua memória, você precisa utilizar a técnica certa para guardar essa nova informação. Bom, a técnica certa para você guardar de vez o que você aprende é COLOCAR AS PALAVRAS EM UM CONTEXTO.

O cérebro funciona melhor quando você coloca novas palavras dentro de uma história ou em um contexto. Vamos a um exemplo: suponha que você veja uma palavra nova: TO CLIMB = ESCALAR, e vamos supor que na semana passada você escalou as montanhas. Aí você diz em voz alta ou escreve: “Ohhh I remembered, last weekend I climbed the mountains” (Ahh eu me lembro, semana passada eu escalei as montanhas). Usando essa técnica tenho certeza que você irá aprender inglês muito mais rápido e vai ampliar seu vocabulário em um curto espaço de tempo. O que não aconteceria se você fosse aprender por um processo lento, que demanda tempo e muita repetição.

Portanto, aplique isso no seu aprendizado do inglês, sempre que você vir uma palavra nova, ou que estiver estudando um texto. Monte uma história – precisa ser uma história de sua criação – ou ainda você pode colocar em um contexto da sua vida para aprender aquela palavra mais rápido. Que tal começar agora?

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]