Certa vez ouvi um grande filósofo dizer “Eu não sei como estará o mundo daqui a 20 anos, só sei quem souber falar uma língua estrangeira, estará à frente”. Nunca esqueci essa frase, tão grande foi o impacto que ela causou em mim. Portanto hoje vamos falar sobre o bilinguismo e discutir questões sobre como e por que é extraordinário ser bilíngue, e a importância de se continuar aprendendo espanhol. 

Sobre esse assunto, Maitena Etxebarría apresentou sua própria definição do bilinguismo, no livro El Bilingüismo en el Estado Español, “[…] chamaremos de bilíngue o indivíduo que, além da própria língua, possua uma competência semelhante em outra língua e seja capaz de usar uma ou outra em qualquer situação comunicativa idêntica”. Já O dicionário da Real Academia Espanhola  com rapidez, soluciona a questão: “Que fala duas línguas”.

Ser bilíngue, portanto é a capacidade de fala, compreender, entender e interagir em um idioma diferente. Logo, você está a caminho de ser bilíngue. E esta sua escolha pelo idioma espanhol foi uma decisão muito acertada, pois diante da globalização, da aceleração da tecnologia e das questões emergentes que regem o comércio internacional, falar espanhol é uma das formas de garantia de trabalho e ascensão social, afinal estamos falando do segundo idioma comercial mais utilizado no mundo.

Desse modo, a importância de cultivar o bilinguismo, perpassa as questões pessoais e as necessidades de comunicação relativas a viagens ou relacionamentos (e vejam que só por isso já seria válido), e avança para situações mais profundas como ascensão social, evidência e, por que não dizer, status. 

Por tudo isso, desejo a vocês sucesso e progresso no percurso do bilinguismo.  Grande abraço. !Y viva nuestro español! ¡

Para mais #DicasDesesperadas de espanhol siga as nossas redes sociais

Instagram.com/espanholpdesesperados
Facebook.com/espanholpdesesperados
Youtube.com/espanholpdesesperados