Oi gente! Mais uma vez estamos aqui falando sobre a importância da fluência em espanhol. Pois para que o portunhol vá saindo de mansinho e dando lugar ao espanhol “bien dicho” é preciso que a linguagem fique leve e natural, a mais próxima possível de um nativo. Para tanto, usar os pronomes complementos no dia a dia é uma forma eficaz de tornar uma “charla” confortável e fluída.  

Como eu falei na postagem anterior, não é possível se tornar fluente em espanhol sem antes dominar o uso dos pronomes complementos: (me, te, lo, le, se) pois se trata de uma língua predominantemente pronominal. Nesse sentido deixarei aqui algumas dicas de uso. Não vou focar em regras gramaticais não, apenas no uso. Reparem nas frases abaixo:

– ¿Tú conoces a Juan? 

– Sí, lo conozco. 

Percebam que nesse caso, “lo” substitui a Juan. Se a pergunta se referisse a uma pessoa no feminino era só responder “Sí, la vi”. Bem fácil não é. Agora veja mais este caso. 

 -¿No te parece linda esta falda, María? 

– Sí. ¿Por qué no te la compra? 

Vejam que María responde à pergunta utilizando os pronomes te e la que  simplesmente quer dizer “Por que não compra a saia para você?”. Nesse caso é muito mais simples substituir você por te e a saia por la. 

Outra possível resposta de María poderia ser: “Pues, cómpratela”. Que traduzido é o mesmo que: Então a compre

Pessoal, é importante lembrar que em nosso dia a dia, a depender da região que vivemos, pouco usamos os pronomes complementos na nossa conversa diária em português, mas com a prática, ouvindo áudios autênticos, vendo séries e o contato direto com o idioma, podemos nos aprimorar muito na língua espanhola, portanto não desistam, nem parem por aqui. 

Lembre-se que aprender um idioma é uma prática constante! Sucesso para vocês e até a próxima! 

 

Para mais #DicasDesesperadas de espanhol siga as nossas redes sociais

Instagram.com/espanholpdesesperados
Facebook.com/espanholpdesesperados
Youtube.com/espanholpdesesperados